________________________________


Comecei a escrever no momento em que percebi que só pensar não mais me satisfazia.

Precisava transbordar todo aquele pensamento que só ao meu universo de idéias pertencia.

Hoje, escrevo por pura necessidade, por irresistível vício e por agradável teimosia.




Claudia Pinelli Rêgo Fernandes ®



sábado, setembro 08, 2007

Apelo!




Amigos e leitores

Sem querer, deletei um poema de minha autoria, chamado Tempus Fugit, publicado no dia 31 de agosto, no meu blog de poesia, o
Prosaicos Poemas.

Estou muito triste, de uma forma que para mim é novidade, pois apesar de já ter sofrido algo parecido, quando uma vez perdi algumas fotografias, minha atividade poética é bem recente, portanto nunca soube o que é perder algo criado completamente por mim.

E confesso que está sendo terrível. Desde o dia do acontecido, sinto uma dor no peito.. Um aperto, nem sei explicar.

Caso alguém o tenha guardado, gostaria de pedir, encarecidamente, que me mande o referido texto, para que eu possa republicá-lo aqui (e porque era um de meus prediletos).

Desde já, imensamente agradecida,


Claudia Fernandes (de luto)

6 comentários:

sarah k disse...

oi Claudia!
não conheço este teu blog... uma pena não poder ajudar querida, mas torço que o encontres ... Sei bem o que é isto.

beijos e boa sorte
;-)

cantabile disse...

Poxa Claudinha imagino a sua dor.
Sinto não poder ajuda-la. Torço para que vc reencontre seu poema perdido em breve.
beijos

Claudia Fernandes disse...

Sarah e Cantabile
Obrigada pelo carinho, queridas..
Estou tao triste que nem consigo escrever.
Será q é assim mesmo?? Nunca tinha perdido um poema antes.
Bjo.

Sir Lurch disse...

Claudia, tb perdi uma poesia uma vez, na verdade já perdi duas... Mas superei a perda depois de bastante tempo. Ent~endo o q vc está sentindo... Infelizmente não tenho o hábido de guardar poesias q leio no computador, guardo apenas o sentimento q elas me transmitem no meu coração e dessa forma a sua poesia esta aqui guardada. Espero q vc consiga recuperá-la, mas se não escreva sobre como vc se sentiu ao perdê-la, dessa forma vc pode dar-lhe uma filha. Bjos!

Sir Lurch disse...

Imagino a sua dor, tb já perdi duas poesias... Espero q as recupere, se não vc poderia escrever sobre isso assim poderia dar ao poema um filho. Bjos!

Claudia Fernandes disse...

Obrigada pela atenção, Marcio..
Bjo p vc..

Related Posts with Thumbnails

Minha família

My kind of Spirit...


You are the elusive Night Spirit.
Your season is Winter, when the stars are bright and frost crystallizes the fallen leaves.
You are introspective, deep-thinking, and mysterious.
Everyone is intrigued and a little intimidated by you because you have an aura of otherworldliness.
You work in extremes, sometime happy, other times sad, but always creative and philosophical.
You are more concerned with the unseen, mystical, and metaphysical than the real world.
Night Spirits have a tendency to get lost in themselves and must be careful not to forget reality, but their imagination is limitless.