________________________________


Comecei a escrever no momento em que percebi que só pensar não mais me satisfazia.

Precisava transbordar todo aquele pensamento que só ao meu universo de idéias pertencia.

Hoje, escrevo por pura necessidade, por irresistível vício e por agradável teimosia.




Claudia Pinelli Rêgo Fernandes ®



sexta-feira, novembro 02, 2007

A rosa negra de Hiroshima...

A cor nos teus olhos...

Morreu hoje, nos Estados Unidos, Paul Tibbets, o piloto do Enola Gay (nome de sua mãe), avião que jogou a fatídica e devastadora bomba atômica em Hiroshima em 6 de agosto de 1945. Apesar das centenas de milhares de mortos, Tibbets dizia não ter remorso algum e se orgulhava de seu feito.

Sem comentários... Aliás, só um aceno:

Já vai tarde, infeliz!!!


1 de novembro de 2007.





Visite também:


Prosaicos Poemas

5 comentários:

blogstars.com.br disse...

Gostariamos de convidar este Blog a se tornar um BlogStars ( não requer nenhum cadastro ) - Confira no site blogstars.com.br ! Boa sorte !

André disse...

O que mais me intriga, Cláudia, é que uma pessoa assim, que de forma direta tirou a vida de milhares de seres humanos e jamais se arrependeu do fato, consiga viver até os 92 anos de idade! ao passo que muitos seres humanos que sempre jamais fizeram mal a ninguém, desaparecem na flor da idade.

What's the connection?...

Ly disse...

Existem pessoas Clau que nem em mil anos vão ser humanas....
Aff, nem tem mto o que comentar....eu fico indignada....O dia q ele falou no fantástico eu troquei de canal qdo ele disse q não se arrependia.....que ele marcou a história...credo

bjs

Ly

Mad Dog disse...

Pois é, viveu muito tempo com seu orgulho pelo feito "extraordinário"! E tanta gente boa morreu de lá pra cá...

Claudia, cheguei aqui pelo blog do PD. Eu voltarei.

Beijos!

Mad Dog

sarah k disse...

Demorou a morrer a criatura hein?!!
Vaso ruim não quebra fácil.

;-)
bjs

Related Posts with Thumbnails

Minha família

My kind of Spirit...


You are the elusive Night Spirit.
Your season is Winter, when the stars are bright and frost crystallizes the fallen leaves.
You are introspective, deep-thinking, and mysterious.
Everyone is intrigued and a little intimidated by you because you have an aura of otherworldliness.
You work in extremes, sometime happy, other times sad, but always creative and philosophical.
You are more concerned with the unseen, mystical, and metaphysical than the real world.
Night Spirits have a tendency to get lost in themselves and must be careful not to forget reality, but their imagination is limitless.