________________________________


Comecei a escrever no momento em que percebi que só pensar não mais me satisfazia.

Precisava transbordar todo aquele pensamento que só ao meu universo de idéias pertencia.

Hoje, escrevo por pura necessidade, por irresistível vício e por agradável teimosia.




Claudia Pinelli Rêgo Fernandes ®



quinta-feira, abril 17, 2008

A Grande Farsa do País da Grande Muralha

Vocês certamente lembram das disputas violentas recentes acontecidas no Tibet entre o governo(a polícia chinesa) e os monges ("tá vendo? os monges de bonzinhos não tinham nada!").
Não lembram?

Os Monges Tibetanos disseram que não participaram do quebra-quebra porque estavam presos. Mesmo assim, a televisão (oficial) Chinesa mostrou imagens de Monges agredindo a polícia.


Bom, vejam a foto abaixo.




Ei, o que é aquilo nas mãos daqueles soldados???? Tirem suas próprias conclusões.




Sem mais comentários.




Visite também:


Prosaicos Poemas

4 comentários:

Hate_Breader disse...

Oi Claudia, tudo bem?

Adorei sua visita ao meu flog, e aceito sugestões, talvez eu tenha algum material que lhe agrade para postar, nunca se sabe!


Aquelas roupas monásticas?? Não, juro que não sei o que é!! rs...

Quanto ao Dark Avenger, fico feliz em saber que já foi em um show nosso... uma pena que nessa época eu ainda não integrava a banda, apenas em 98 fiz parte do grupo até 2001. Mas a banda infelizmente acabou em 2005 quando eu já não estava mais em Brasília.

Beijos,

Yogue Alencar.

Hate_Breader disse...

PS: Mario Linharez é o nome do sujeito com a voz impressionante! rs...rs...

José Alberto Farias disse...

A abertura chinesa limita-se ao aspecto econômico. No mais, coninua o mesmo governo totalitário de sempre.
Acho pouco provável, contudo, que eles consigam manter este modelo (regime político fechado/economia aberta) por muito tempo.

sarah k disse...

Menina!!!

Fiquei passada agora ... boquiaberta!!

(que foto!)

bjs e fique bem, viu!

;-)

Related Posts with Thumbnails

Minha família

My kind of Spirit...


You are the elusive Night Spirit.
Your season is Winter, when the stars are bright and frost crystallizes the fallen leaves.
You are introspective, deep-thinking, and mysterious.
Everyone is intrigued and a little intimidated by you because you have an aura of otherworldliness.
You work in extremes, sometime happy, other times sad, but always creative and philosophical.
You are more concerned with the unseen, mystical, and metaphysical than the real world.
Night Spirits have a tendency to get lost in themselves and must be careful not to forget reality, but their imagination is limitless.