________________________________


Comecei a escrever no momento em que percebi que só pensar não mais me satisfazia.

Precisava transbordar todo aquele pensamento que só ao meu universo de idéias pertencia.

Hoje, escrevo por pura necessidade, por irresistível vício e por agradável teimosia.




Claudia Pinelli Rêgo Fernandes ®



segunda-feira, fevereiro 09, 2009

Entre o Certo e o Fantasioso?

Clique no pause da playlist do blog e no play da música deste post:




Romance da Bela Inês - Alceu Valença

Uma musa matriz de tantas músicas
Melindrosa mulher e linda e única
Como o lado da lua que se oculta
Escondia o mistério e a sedução
Comovida com a revolução
De Guevara, Camilo e Sandino
Escutou meu Espelho Cristalino
Viajou nosso sonho libertário
Bela Inês, com seu peito de operário
A burguesa que amava o Capitão

Acontece que a história não tem pressa
E o amor se conquista passo a passo
O ciúme é a véspera do fracasso
E o fracasso provoca o desamor
Bela Inês teve medo do "condor"
Queimou cartas. lembranças do passado
E nessa guerra de Deus e do diabo
Entre fogo cruzado desertou
Bela Inês, com seu peito de operário
Não me esconde seu ar conservador

Mas eu tenho um espelho cristalino
Que uma baiana me mandou de Maceió
Ele tem uma luz que me alumia
Ao meio dia, clareia a luz do sol

Apesar dos pesares não esquece
Nosso sonho real e atrevido
Bela Inês tem o peito dividido
Entre um porto seguro e o além-mar.


Incrível como, sempre que ouço essa música, mesmo sendo em diferentes momentos de minha vida, essa letra faça tamanho sentido para mim.

Em cada diferente ocasião, me sinto como um dos personagens da história.

Em algumas vezes a Inês, noutras a Baiana, mas devo confessar que meu momento atual estaria mais para Inês, dividida entre um porto seguro e qualquer lugar.



Claudia Fernandes.




Visite também:



Prosaicos Poemas

Um comentário:

ideiasdespedacadas disse...

oi Claudinha,
tudo bom??

... tb me sinto como Inês, como vc ... Vamos ver o que acontece.

bjs
;-)
Sarah K

Related Posts with Thumbnails

Minha família

My kind of Spirit...


You are the elusive Night Spirit.
Your season is Winter, when the stars are bright and frost crystallizes the fallen leaves.
You are introspective, deep-thinking, and mysterious.
Everyone is intrigued and a little intimidated by you because you have an aura of otherworldliness.
You work in extremes, sometime happy, other times sad, but always creative and philosophical.
You are more concerned with the unseen, mystical, and metaphysical than the real world.
Night Spirits have a tendency to get lost in themselves and must be careful not to forget reality, but their imagination is limitless.