________________________________


Comecei a escrever no momento em que percebi que só pensar não mais me satisfazia.

Precisava transbordar todo aquele pensamento que só ao meu universo de idéias pertencia.

Hoje, escrevo por pura necessidade, por irresistível vício e por agradável teimosia.




Claudia Pinelli Rêgo Fernandes ®



quarta-feira, maio 23, 2007

O Brilho do Sol...




A angústia tem o dom de fazer crer
que tudo é preto e branco, bicolor
Nenhum colorido é percebido
durante esse estranho pavor
Nenhuma alegria se intromete
por covardia ou precaução
nessa celeuma de horror
Nenhuma vida é realmente vida
quando só há tristeza, lamento e dor.


Mas de manhã, ele nasce, o sol
gritando para todo mundo ouvir
Que a vida é bela e muito querida
e que o segredo é aprender a sorrir
Na leveza da aurora
ou no calor do arrebol
traz cor, luz, energia, vida
Mostrando que sempre há esperança
para quem a vida já estava perdida.


Claudia Fernandes ®



Quisera eu conseguir manter essa relação assim tão amigável com o sol, como coloquei na poesia. Quisera eu conseguir ouvir esse grito que o sol dá "para todo mundo ouvir".
Tenho fortes indícios que me levam a crer que estou com problemas sérios de audição.
Será que a minha vida está fadada à perdição?
Será que alguém poderia me ajudar?




Bjo.








Música: Luz do Sol do Caetano Veloso.






3 comentários:

cantabile disse...

Claudinha, há certos casos que somente nós mesmos somos capazes de nos ajudar. O sol grita , e bem alto. Experimente uma boa lavada na alma e no ouvido , jogue fora tudo o que pode atrapalhar sua audição. Certamente você voltará a ouvi-lo.
bjs

cantabile disse...

"...Já dei risada quando não podia, fiz amigos eternos, amei e fui amada, mas também fui rejeitada. Fui amada e não amei. Já gritei e pulei de tanta felicidade, já vivi amor e fiz juras eternas, "quebrei a cara" muitas vezes! Já chorei ouvindo música e vendo fotos, já liguei só para escutar uma voz, me apaixonei por um sorriso, já pensei que fosse morrer de tanta saudade e tive medo de perder alguém especial (e acabei perdendo) ! Mas vivi! E ainda vivo! Não passo pela vida ... Vivo!!!! Perco com classe e venço por ousadia, porque o mundo pertence a quem se atreve e a vida é MUITO para ser insignificante .. ."
(Charlie Chaplin)

Claudia disse...

Cantabile, querida..
Vc está certa.. Tenho consciência até..
Mas o difícil é pôr em prática..
Bjks..

Related Posts with Thumbnails

Minha família

My kind of Spirit...


You are the elusive Night Spirit.
Your season is Winter, when the stars are bright and frost crystallizes the fallen leaves.
You are introspective, deep-thinking, and mysterious.
Everyone is intrigued and a little intimidated by you because you have an aura of otherworldliness.
You work in extremes, sometime happy, other times sad, but always creative and philosophical.
You are more concerned with the unseen, mystical, and metaphysical than the real world.
Night Spirits have a tendency to get lost in themselves and must be careful not to forget reality, but their imagination is limitless.