________________________________


Comecei a escrever no momento em que percebi que só pensar não mais me satisfazia.

Precisava transbordar todo aquele pensamento que só ao meu universo de idéias pertencia.

Hoje, escrevo por pura necessidade, por irresistível vício e por agradável teimosia.




Claudia Pinelli Rêgo Fernandes ®



segunda-feira, abril 04, 2005

Quase


Posted by Hello


Ainda pior que a convicção do não,
é a incerteza do talvez,
é a desilusão de um quase!

É o quase que me incomoda,
que me entristece,
que me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi.

Quem quase ganhou ainda joga,
quem quase passou ainda estuda,
quem quase amou não amou.

Basta pensar nas oportunidades que escaparam pelos dedos,
nas chances que se perdem por medo,
nas idéias que nunca sairão do papel por essa maldita mania de viver no outono.

Pergunto-me, às vezes, o que nos leva a escolher uma vida morna.

A resposta eu sei de cor,
está estampada na distância e na frieza dos sorrisos,
na frouxidão dos abraços,
na indiferença dos "bom dia",
quase que sussurrados.

Sobra covardia e falta coragem até para ser feliz.

A paixão queima,
o amor enlouquece,
o desejo trai.

Talvez esses fossem bons motivos para decidir entre a alegria e a dor.

Mas não são.

Se a virtude estivesse mesmo no meio-termo,
o mar não teria ondas,
os dias seriam nublados e o arco-íris em tons de cinza.

O nada não ilumina,
não inspira,
não aflige nem acalma,
apenas amplia o vazio que cada um traz dentro de si.

Preferir a derrota prévia à dúvida da vitória é desperdiçar a oportunidade de merecer.

Para os erros há perdão,
para os fracassos, chance,

PARA OS AMORES IMPOSSÍVEIS, TEMPO.

De nada adianta cercar um coração vazio ou economizar alma.

Um romance cujo fim é instantâneo ou indolor não é romance.

Não deixe que a saudade sufoque,
que a rotina acomode,
que o medo impeça de tentar.

Desconfie do destino e acredite em você.

Gaste mais horas realizando que sonhando...

Fazendo que planejando...

Vivendo que esperando...

Porque, embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu.

Esse texto sempre vem como de autoria de LFV, mas até hoje ainda não consegui descobrir a veracidade da informação..

A obra prima acima é meu lema de cabeceira.. Meu ideal, melhor dizendo... Ideal..
Tenho ele em todos meus emails... Tem quase tudo em que eu acredito nele..
Fala muito por mim... Infelizmente não fala de mim...
E essa frase final é uma porrada para quem vive a vida de forma morna, sem mágica, sem paixão...
"Quem quase vive, já morreu".. O que esta passagem quer dizer? Ela diz em alto e bom som: Viva intensamente, não viva mornamente.. Viva seu momento como se fosse o último... Porque se você não vive de forma profunda, você com certeza, não está tão vivo quanto pensa..
Você está morto e não se deu conta disso...
Pois é..
Sendo bem clichê: Faça o que eu digo, não faça o que eu faço!

Bjo..

Música: Soulshine do The Allman Brothers Band.

4 comentários:

Guh disse...

Eu bem já reparei que esse lema tem no seu email.. desde que comecei a lê-lo (escreve assim?) fico pensando no que mudar em mim pra não ficar quase vivo..

Um grande beijo

Anônimo disse...

Uma das coisas que me fizeram apaixonar pelo motociclismo é esta característica, ou voce é ou voce não é. Se voce quase pilotar morre, mas morre mesmo. Então é um exercitar o viver intensa e completamente a todo momento. Estar vivo é um presente de Deus e temos o dever de exercitar esta condição da forma mais intensa que nos seja possível. Este texto é fortíssimo e de uma lucidez assustadora. Me arriscaria a dizer que o maior pecado que um indivíduo pode cometer é recusar-se a viver, talvez resida aí o trauma do suicida. Traz para mim tambem a idéia de que viver é exercitar o amor. O amor possível e o amor impossível, todas as formas de amor. O arriscar-se na vida funciona para o Homem como o fertilizante o faz para as plantas. Movimento, este é o mote.
Que os ventos do Alto Nilo tragam boas novas para todos nós, e voce Egipcia linda, VIVA.
Bjão.

Anônimo disse...

Pelo menos eu fui lá e tentei! Estou a sofrer porque o que encontrei não foi quem eu pensava, antes uma pessoa aparentemente fria, que me magoa, não acredito que de propósito, mas que magoa...O meu coração está cheio e o dele parece estar vazio...parece. Isso ainda magoa mais. Mas, lendo este texto maravilhoso, eu compreendo que eu sofro muito mais porque estou viva, enquanto ele quase vive.
Claudinha, obrigada pela tua força. Se todos os seres humanos tivessem o teu carácter forte e bom, o Mundo seria muito melhor! beijo grande,
Ana

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Related Posts with Thumbnails

Minha família

My kind of Spirit...


You are the elusive Night Spirit.
Your season is Winter, when the stars are bright and frost crystallizes the fallen leaves.
You are introspective, deep-thinking, and mysterious.
Everyone is intrigued and a little intimidated by you because you have an aura of otherworldliness.
You work in extremes, sometime happy, other times sad, but always creative and philosophical.
You are more concerned with the unseen, mystical, and metaphysical than the real world.
Night Spirits have a tendency to get lost in themselves and must be careful not to forget reality, but their imagination is limitless.