________________________________


Comecei a escrever no momento em que percebi que só pensar não mais me satisfazia.

Precisava transbordar todo aquele pensamento que só ao meu universo de idéias pertencia.

Hoje, escrevo por pura necessidade, por irresistível vício e por agradável teimosia.




Claudia Pinelli Rêgo Fernandes ®



sexta-feira, agosto 25, 2006

Eu te peço perdão por te amar assim tão de repente..



Soneto da Mulher Ideal

Pra fazer poesia
Tem que ter inspiração
Se forçar ..
Nunca vai ficar boa

Se não..
É como amar uma mulher só linda
E dai !??

Uma mulher tem que ter alguma coisa além da beleza
Qualquer coisa feliz
Qualquer coisa que ri
Qualquer coisa que sente saudade

Um pedaço de amor derramado
Uma beleza ...
Que vem da tristeza
Que faz um homem como eu sonhar
Tem que saber amar, saber sofrer pelo seu amor
E ser só perdão


"Eu te peço perdão por te amar assim tão de repente."


Vinícius de Moraes


Bjo.



Música: Velha Infância - Tribalistas.

7 comentários:

Pierrot disse...

prestei sim, mas vc nao tinha falado da sindrome... um amigo diz assim, sao coisas de sua cabeça... rsrs


bom, breve vc irá riri muito da cara de Marinalva, muita coisa ainda irá acontecer até o fim do ano...


bom, poema maravilhoso... e eu não ligo não rsrs pode me amar...

josé alberto farias disse...

Foto linda, Clau. Delicada e sensual.
Eu também sou tribalista e não abro mão disso.

"Senão, seria como amar uma mulher só linda.
E daí?
A mulher tem que ter algo mais além da beleza." [Vinicius de Moraes - tribalista de carteirinha]

miguel disse...

Adoro essa música!!!
"Tem que saber amar, saber sofrer pelo seu amor e ser só perdão".
Acho lindo, apesar de ser um bocadito machista...
Beijos,
Miguel

Claudia disse...

Não vejo assim, caro Miguel..
Vejo mais como uma entrega total e sem limites.. E que não necessariamente parte só do lado da mulher..
O homem p saber amar, de verdade, precisa dessa entrega tb..
Do perdão..
Bjo p vc e obrigada pela sua presença sempre bem vinda p aqui..

Isabelly Trancoso disse...

Se um soneto tem que ter 14 versos (com única estrofe se for monostrófico; três quartetos e um dístico se for inglês ou "Shakespereano"; dois quartetos e dois tercetos se for italiano ou petrarquiano), pq este sempre é postado com 17?? Õ.ò

Claudia Fernandes disse...

Isabelly
Acho q é impossível responder ä sua pergunta, pq aí só vc perguntando p o próprio autor. ;o)
Obrigada por me visitar.

lefrank disse...

Nossa, que bom ver esse texto de Vinicius que eu vivo citando errado.

quero te convidar também a visitar meu blog
lefrank.zip.net.

seja bem-vinda

Related Posts with Thumbnails

Minha família

My kind of Spirit...


You are the elusive Night Spirit.
Your season is Winter, when the stars are bright and frost crystallizes the fallen leaves.
You are introspective, deep-thinking, and mysterious.
Everyone is intrigued and a little intimidated by you because you have an aura of otherworldliness.
You work in extremes, sometime happy, other times sad, but always creative and philosophical.
You are more concerned with the unseen, mystical, and metaphysical than the real world.
Night Spirits have a tendency to get lost in themselves and must be careful not to forget reality, but their imagination is limitless.