________________________________


Comecei a escrever no momento em que percebi que só pensar não mais me satisfazia.

Precisava transbordar todo aquele pensamento que só ao meu universo de idéias pertencia.

Hoje, escrevo por pura necessidade, por irresistível vício e por agradável teimosia.




Claudia Pinelli Rêgo Fernandes ®



quarta-feira, agosto 23, 2006

Música e Literatura...



Uma música:

Eu preciso de você(Roberto Carlos e Erasmo Carlos)

Eu preciso de você
Por que tudo que eu pensei
Que pudesse desfrutar da vida
Sem você não sei

Meu amanhecer é lindo
Se você comigo está
Tudo é mais bonito
Num sorriso que você me dá

Eu não vivo sem você
Porque tudo que eu andei
Procurando pela vida agora eu sei

Que andei sabendo
Que em algum lugar te encontraria
Pois você já era meu e eu sabia

Como a abelha necessita de uma flor
Eu preciso de você e desse amor
Como a terra necessita o sol e a chuva
Eu te preciso
E não vivo um só minuto sem você

Eu preciso de você
Porque em toda a minha vida
Nem por uma vez amei alguém assim
Você é tudo, é muito mais
Do que sonhei pra mim
E é por isso que eu preciso de você

Um poema:

"Amar:

Fechei os olhos para não te ver e a minha boca para não dizer...
E dos meus olhos fechados desceram lágrimas que não enxuguei,
E da minha boca fechada nasceram sussurros e palavras mudas que te dediquei....

O amor é quando a gente mora um no outro."

Mário Quintana



É, acho que minha alma está apaixonada...
Isso a tira um pouco do vale de sombras e lágrimas em que se encontrava...


Bjo.



Música: Eu Preciso de você com Maria Bethânia.

2 comentários:

José A Farias disse...

Ha-ham! Então a senhora também tem blog. Fico feliz em descobrir mais um caminho para te conhecer melhor.
Essa música e fez lembrar de um tempo muito bom.
Beijo!

Pierrot disse...

Que bom saber desta novidade...

a paixão alivia as dores da alma e da carne...

bjo grande... qd vamos nos conhecer fessora?
me fiz essa pergunta hoje pela manhã... Boa ou má ideia?

Related Posts with Thumbnails

Minha família

My kind of Spirit...


You are the elusive Night Spirit.
Your season is Winter, when the stars are bright and frost crystallizes the fallen leaves.
You are introspective, deep-thinking, and mysterious.
Everyone is intrigued and a little intimidated by you because you have an aura of otherworldliness.
You work in extremes, sometime happy, other times sad, but always creative and philosophical.
You are more concerned with the unseen, mystical, and metaphysical than the real world.
Night Spirits have a tendency to get lost in themselves and must be careful not to forget reality, but their imagination is limitless.