________________________________


Comecei a escrever no momento em que percebi que só pensar não mais me satisfazia.

Precisava transbordar todo aquele pensamento que só ao meu universo de idéias pertencia.

Hoje, escrevo por pura necessidade, por irresistível vício e por agradável teimosia.




Claudia Pinelli Rêgo Fernandes ®



terça-feira, julho 26, 2005

A Afirmação do Amor


Adeus - Sara Amaral Posted by Picasa


Não é a dor que quero entender(essa dói e pronto),
mas esse mistério de duas almas
que não se tocam no físico
e têm quase uma unidade na imortalidade.

Mas é isso que quero!

Você me ama?
Você quer construir uma vida comigo?
Tem desejo e sabor?

Eu sinto que você me quer,
precisa de mim,
mas será que eu estarei
ao nível de suas expectativas?

Eu queria uma certeza,
quantas vezes vislumbrei o que seria o derradeiro
e nem início era.

Quantas vezes esperei contar e só senti se afastarem e eu ficar no chão...

Eu quero a certeza do absoluto.

A afirmação positiva.

Não quero os sonhos dos loucos,
nem a vontade dos sem-alma.

Eu quero a certeza da vida.

A afirmação do amor.

Não apenas um amor carnal e dirigido,
mas do sentimento verdadeiro
que se entranha na alma
e que não existam mágoas,
que não dissolva.

Quero ter a certeza premonitória
que posso mergulhar,
que não encontrarei uma pedra.

Quero a certeza da luz
que não se machuca nos espinhos,
penetra as sombras,
não se inibe no mar...

Ou a certeza ou nada!

Duas almas que constróem uma estrada juntos,
não sabem como esse trajeto será,
mas apenas têm uma certeza quase sobre-humana
que têm que construir juntas.

São vidas independentes, mas harmônicas.

São autônomas, mas responsáveis.

Consistentes no que sentem
e têm a certeza do que realmente sentem.

Não é um "eu acho", "pode ser", "quem sabe", "vamos tentar", "se der certo"...

É a certeza que só o verdadeiro amor tem.

Que não tem fronteiras,
nem modos,
um amor que não espreita,
não sucumbe,
nem apenas existe para satisfazer
nossos pequenos egoísmos.

Carlos Eduardo Bronzoni

No words to say.. Only memory, doubt and pain remain..

Bjo.

Música: Love will tear us apart do Joy Division.

4 comentários:

Mary disse...

Este texto é lindo, Cláudia. Conheço-o há 8 anos, inclusive sou amiga do autor, que escreve outras maravilhas também. Parabéns!
Beijos.

Anônimo disse...

Amor da minha vida...
Pode ter toda a certeza da minha parte. Aqui não há dúvidas, nem incertezas. Aqui há a verdadeira vontade de seguirmos juntos e construirmos uma vida em comum, com todos os prós e contras, com tudo de bom e ruim, com virtudes e defeitos, alegria e tristeza. Enfim, quero você como é, sem expectativas, sem ilusões. Apenas quero vc do jeito que é... Só quero uma chance de te provar o quanto a quero. O quanto quero ultrapassar todas as barreiras pra te dar uma nova vida... Deixa eu ser a luz q tto procura, iluminar sua vida. Bring you to life again!!!! Eu tenho toda a certeza do mundo que te amo, meu amor é verdadeiro. E acredito q nossas almas ainda serão uma só.
Mas saiba que amo vc, mais do q ontem, menos do q amanhã... Cada vez mais.
Bjuxxx na sua alma e no seu coração!!!!

Malhado disse...

Adorei a sua visita e a inclusão do meu blog aqui no seu espaço. Coloquei o seu blog na seção "Blogs que nos indicam e apóaim". Assim que eu puder atualizar o template eu te falo :)

Parabéns pelos textos e pela composição do blog!!!

Um gde bjo!!!

Anônimo disse...

Simplesmente maravilhoso! Parabéns "Sr. Carlos Eduardo Bronzoni" Um bj no coração! Lene.

Related Posts with Thumbnails

Minha família

My kind of Spirit...


You are the elusive Night Spirit.
Your season is Winter, when the stars are bright and frost crystallizes the fallen leaves.
You are introspective, deep-thinking, and mysterious.
Everyone is intrigued and a little intimidated by you because you have an aura of otherworldliness.
You work in extremes, sometime happy, other times sad, but always creative and philosophical.
You are more concerned with the unseen, mystical, and metaphysical than the real world.
Night Spirits have a tendency to get lost in themselves and must be careful not to forget reality, but their imagination is limitless.